O autor de novelas Aguinaldo Silva foi detonado no Twitter após uma postagem que não se sabe ainda se ele fez por total ignorância ou falta de respeito, transfobia e noção mesmo.

Em uma suposta homenagem à atriz trans Jane di Castro, falecida na última semana, Aguinaldo Silva chamou Jane no masculino diversas vezes e falou em “vitimismo” sobre outras vidas trans que não tiveram a mesma sorte, sucesso e reconhecimento que a dela.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Jane di Castro: um grande artista, um batalhador, um sobrevivente de muitas lutas e muitos sofrimentos, alguém que nunca se curvou ao vitimismo e sempre foi uma pessoa otimista, hoje se foi. Meu querido de nossa quase infância e juventude: não digo adeus, apenas até logo”, disse o autor de novelas cuja mentalidade parece ter parado em 1997.

Aguinaldo Silva é transfóbico no Twitter. (Foto: Reprodução / Twitter)
Aguinaldo Silva é transfóbico no Twitter. (Foto: Reprodução / Twitter)

Nos comentários da postagem muitos reclamaram pela desconsideração e desrespeito com Jane di Castro. “Nem em nosso luto respeito a dor das pessoas trans. Não é a primeira vez que você zomba das pessoas trans com esse ar de “descuido”. O que só demonstra a sua transfobia e necessidade de rebaixar a existência de pessoas como Jane di Castro”, disse o perfil da ANTRA Brasil (@antraBrasil).

VEJA TAMBÉM:  1ª Parada do Orgulho Trans terá Pepita, Liniker e Johnny Hooker

“Se você era amigo delA mesmo respeite sua identidade e sua história, cacura ridícula e transfóbica!”, disse o perfil @0medivalista. Já o ativista LGBT, Eliseo Neto (@eliseoneto), respondeu: “UmA. Uma grande mulher que merece seu gênero respeitado @aguinaldaosilva. Mesmo na dor, devemos cuidar.”

Sempre ativa nas redes sociais, Alina Durso (@alinadurso) comentou também na publicação: “Você não tem vergonha de chamar uma mulher trans no masculino? só mostra como nem depois da morte pessoas cis tem respeito pelas nossas identidades. Esse discurso além de transfóbico, apaga a identidade dela e a mulher incrível que ela foi e tudo que ela construiu.”

Ana Flor (@Tdetravesti) mandou para Aguinaldo Silva: “Absurdo você se sentir confortável para tratar, no masculino, uma mulher que lutou 73 anos para ser reconhecida enquanto Jane di Castro. Terrível lembrar como homens gays cis parecem sentir prazer sendo transfóbicos. É preciso ter respeito, Aguinaldo. Em vida e morte, por Jane.”

O internauta Jhean Pablo (@jheanpablo) resumiu bem a atitude do autor: “Sua falta de noção matou ela pela segunda vez.”

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que Aguinaldo Silva desrespeita identidades trans. Em sua última novela na Rede Globo, o autor foi muito criticado por, gratuitamente e sem qualquer justificativa, dar um nome masculino à personagem interpretada pela atriz Nany People.

VEJA TAMBÉM:  Tanto preconceito por causa do xixi? STF deve discutir direito de trans decidirem banheiro | Direitos LGBT
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).