Cameron Warwick, de 16 anos, tirou sua própria vida após sofrer constante bullying na escola por ser gay e autista. A tragédia aconteceu em Fareham, nos Estados Unidos.

O suicídio ocorreu em setembro do ano passado, mas os pais só foram revelar o verdadeiro motivo agora. O adolescente lidava com a depressão e se assumiu com 12 anos. Desde então, ele havia sendo atacado por seus colegas todos os dias.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os pais contam que os meninos da escola jogavam comida em seu filho durante o intervalo e chamavam ele de coisas horríveis, como “bicha autista“.

Antes de sua morte, Cameron teve um relacionamento online com Christopher Robertson, de 18 anos. No depoimento, o menino disse que ele contava sempre das ameaças que sofria na escola. Outro garoto do colégio também confirmou a versão.

Agora, após a morte do filho, os pais resolveram arrecadar doações para ajudar instituições de caridade que auxiliam pessoas com autismo. Que atitude linda!

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.