Após ser questionada se ainda “tinha pinto” durante participação ao vivo no programa Domingo Legal, do SBT, a jornalista Léo Áquilla continua a exigir pedido de desculpas. Na ocasião, o apresentador Dudu Camargo questionou: “Queria saber se ela tem pintinho em casa, se cria galinhas”.

Ela participou do programa A Tarde é Sua, da Rede TV, e chorou ao falar do episódio constrangedor.

“11 horas da manhã não é horário de discutir a genitália de ninguém. Vamos respeitar a casa dos outros, as crianças que estão assistindo. Na hora que ele fez a pergunta, me gelou o corpo, por dois segundos passou um filme na minha cabeça. Eu tinha na minha gavetinha um bilhão de respostas para ele que iam cair como uma luva, mas me contive pois estaria sendo do mesmo nível, ia baixar o nível e o Celso [Portiolli], o SBT e quem está em casa não merece”, desabafou.

Léo fez questão de ressaltar que não está tentando chamar atenção, tampouco de prejudicar a imagem do jovem apresentador, que já esteve envolvido com outras polêmicas preconceituosas.

“Não estou fazendo isso para denegrir a imagem dele nem humilha-lo, é para ele crescer, tem idade para ser meu filho. O mínimo é respeitar a minha história, que ele não conhece. Não vou abrir mão desse pedido de perdão, pelo seu crescimento e pela minha luta que você mal conhece mas precisa respeitar. Eu exijo que você me procure e se retrate comigo. Enquanto ele não pedir desculpas, vou ficar no encalço dele”, frisou a jornalista.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Emocionada, Áquilla contou que a ‘brincadeira’ é a “ponta do iceberg” de preconceitos que ela sofreu desde sempre. “A brincadeira dele é a ponta do iceberg de um preconceito gigante que venho enfrentando a vida inteira. Tenho que ficar provando a vida inteira que sou muito mais competente do que deveria ser para ver se a minha competência supera o preconceito”, disse.

Ela ainda reforçou que não abrirá mão do pedido de desculpas. “Foi muito feio e não vou desistir que ele se retrate, é o mínimo que ele deveria fazer”, prometeu Léo.