A companhia aérea Latam expulsou um passageiro do seu voo na manhã da última segunda (14) de setembro e o caso acabou por tomar o Twitter viralizando com mais de 2 mil compartilhamentos, incluindo resposta da companhia.

O caso se deu quando o comissário de bordo pediu a um passageiro que estava dormindo para retornar sua poltrona à posição de procedimento de decolagem. De acordo com testemunhas, o passageiro se irritou por ter sido acordado e agrediu verbalmente o comissário com ofensas homofóbicas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O passageiro teria chamado o comissário de “viadinho de bosta”. Imediatamente o comissário reportou o ocorrido ao chefe de cabine que também foi ofendido na sequência, sendo chamado de “outro bosta”.

O piloto foi avisado sobre o caso de homofobia e retornou a aeronave que ainda estava taxiando para a base de partida. O comissário da Latam ainda teria dito ao passageiro “agora o senhor vai ver como um viado de bosta age”.

A Polícia Federal foi chamada e imediatamente retirou o passageiro do avião que estava com voo de partida de São Paulo, no aeroporto de Guarulhos, com destino a Fortaleza, no estado do Ceará.

VEJA TAMBÉM:  Tokinho revela que sofria homofobia nos bastidores do Pânico: “Agressões e chutes!”

Pelo Twitter, a Latam esclareceu que segue os rígidos controles de segurança e que repudia qualquer tipo de ofensa e qualquer opinião que contrariem os princípios da empresa.