Sem conseguir mais aguentar a pressão da família homofóbica, o adolescente Yago Oliveira, que morava em Sapé no Estado da Paraíba, acabou se suicidando no último dia 14 de março.

Em um desabafo público, o jovem relatou o sofrimento causado pelos familiares que sequer o cumprimentavam, não o aceitando simplesmente por ser homossexual. Ele chegou a revelar que a mãe o ameaçava via Whatsapp e dizia que sua vida havia se tornado um inferno.

Em outro post em suas redes sociais, que viralizou atingindo mais de 50 mil compartilhamentos após o suicídio do garoto, ele comentava sobre a hipocrisia de sua família tida como cristã, mas que não sabia exercer o mandamento mais fundamental: amor ao próximo. E que antes disso, não parava para questionar seus próprios defeitos, como o irmão do avô que “deu um fim” à filha esquizofrênica, o tio que é pastor e teve seis filhos com três mulheres diferentes, e o avô paterno que aos 30 anos obrigou sua avó de 12 a casar.

Veja o print do post original abaixo:


Veja também:


Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).