Uma jovem de apenas 19 anos foi brutalmente espancada por dois homens por ser lésbica. O crime aconteceu em Praia Grande, litoral de São Paulo, na noite da última terça-feira (30).

Segundo o G1, a menina, identificada como Yanca Rodrigues, foi abordada pelos rapazes que lhe perguntaram as horas. No entanto, ao ignorar a pergunta, a dupla começou a bater nela e a arrastaram para dentro de um veículo e disseram que ela iria apanhar “igual a um menino”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Senti que era homofobia pelo fato que ele disse, que se eu quisesse ser igual um menino eu ia apanhar igual um menino”, disse a jovem à página Praia Grande Mil Grau, no Facebook.

A mãe da garota disse que a situação a revolta. “Graças a Deus não abusaram dela. A sensação foi mais para bater porque ela falou que gostava de ser menino. Por puro ódio, pura revolta. E você se sente mais revoltado ainda por não ter resposta”, lamentou a mãe de Yanca.

VEJA TAMBÉM:  Padre diz que bandeira LGBT foi criada pelo Satanás

A jovem foi levada para o Hospital Irmã Dulce e está em recuperação. Ela teve ferimentos no rosto, costela e pernas. O crime foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher de Praia Grande e está sendo investigado pelas autoridades legais.