Jefferson Anderson Feijo da Cruz, de apenas 22 anos, foi brutalmente agredido no dia 7 de dezembro de 2018. Na ocasião, o jovem saiu como os amigos para comemorar sua aprovação no ano letivo da escola.

Após a agressão, Jeff, como é conhecido, ficou um mês em coma e, ao acordar, não era mais o mesmo. Em uma página no Facebook, criada por parentes do rapaz, eles relataram que o motivo do espancamento foi um assalto, mas não descartam homofobia.

“Como todo jovem de sua idade, estava na praça da cidade onde mora (Moreno) bebendo com os amigos. Conversa vai, conversa vem, as horas passaram e ficou tarde. Por volta de 2h30min da manhã, Jeff foi fazer xixi e disse aos amigos que voltava logo. O tempo passou e os amigos deram falta dele e o foram procurar. Ninguém o encontrava e já tinha um tempo que ele tinha saído. Seus amigos procuraram até que o acharam, embaixo de uma laje, desacordado, ensanguentado, sem roupa, sufocando no próprio sangue. Jeff foi assaltado e brutalmente agredido, deixado para morrer sozinho. POSSÍVEL motivo do crime? Alem do assalto, Homofobia. Seus amigos chamaram o Samu e ele foi levado para o hospital”, escreveram.

De acordo com pessoas próximas à vítima, ele recebeu alta do hospital no dia 22 deste mês e, desde então, não fala, não anda, não tem reações e precisa de muitos aparelhos para se manter vivo. No entanto, seus pais não têm como arcar com todo o equipamento necessário.

Por conta disso, amigos e familiares de Jefferson, organizaram uma vaquinha online para arrecadar dinheiro suficiente em prol da vida do jovem.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele precisa de: quarto adaptado, ar-condicionado, cama articulada, balão de oxigênio, botas e luvas ortopédicas, colchão ortopédico, fonoaudióloga, fisioterapeuta, dentre outras necessidades.

Sendo assim, esta é a hora de provarmos que ninguém deve soltar a mão de ninguém. Vamos deixar o link da campanha aqui neste post para você doar qualquer valor em dinheiro.

Vamos disponibilizar, também, o link da página no Facebook, onde você encontrará maiores informações sobre o caso e outras formas de ajudar Jeff.

Clique aqui para doar.

Clique aqui para visitar a página ‘Unidos pelo Jeff’.