Um garoto de apenas 21 anos foi esfaqueado enquanto andava na rua com seu pai. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (15), em Porto Velho, Rondônia. À Polícia Militar a vítima afirma que foi agredido por ser gay.

Após o chamado, os policiais foram acionados e compareceram ao local. De acordo com o boletim de ocorrência, ao qual o G1 teve acesso, a vítima recebeu facadas no ombro e na mão direita.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ao receber o chamado, os policiais compareceram ao local do crime, mas o agressor já havia fugido. Segundo o jovem, ele estava acompanhado do seu pai quando o homem atacou os dois com uma faca.

“Ele [o suspeito] bateu no meu pai e depois veio com as agressões para o meu lado. Me ameaçou e também veio com preconceito”, relatou a vítima”, relatou.

“Eu dei a volta, meu pai foi para um lado e eu para o outro. Na esquina encontrei o homem que gritou bem assim: ‘Não corre. O primeiro vai ser tu que eu vou matar depois vai ser seu pai’, aí ele me esfaqueou no braço e na mão”, contou a vítima ao G1. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local para prestar os primeiros socorros.

O suspeito pelo ataque foi identificado como Afonso, mas ainda não foi encontrado pela polícia. Apesar de a LGBTQfobia ter sido enquadrada como crime de racismo, o caso foi registrado na delegacia como lesão consumada.