O jornalista norte-americano Chris Weidner ficou conhecido ao denunciar no Twitter, no mês passado, a festa gay “Fire Island”. Eram dezenas de fotos expondo em plena época de Covid-19, festas lotadas em Nova York. O nome do evento chegou a figurar entre os assuntos mais comentados do Twitter na época.

Agora em julho, novamente ele publicou através da conta Towleroad do Twitter, festinhas com muitos participantes, e o pior, todos sem máscara desafiando todas as recomendações do isolamento social em um dos epicentros da pandemia no mundo, Nova York.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em um dos vídeos um participante chega a falar para a câmera: “Fo*** a máscara. F** seu distanciamento social. F** sua vacina. F** sua eugenia. Beije meu C* se você acha que eu sou um idiota”.

VEJA TAMBÉM:  Japoneses enrustidos estão com medo que coronavírus os tire do armário; entenda

Ao Towleroad, Chris falou: “Muito distanciamento não social acontecendo no Fire Island Pines, em Nova York. Certos gays parece que não podem passar uma temporada isolados para salvar suas vidas e as de outros”.

Veja abaixo algumas das fotos e vídeos denunciando as festas que aconteceram:

 

VEJA TAMBÉM:  Festival virtual LGBT terá Pabllo Vittar, Troye Sivan e Cindy Lauper e mais!
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).