Gareth Thomas, um ex-jogador de ruby, decidiu se assumir soropositivo após um tabloide britânico ameaçar divulgar essa informação antes dele.

Em um vídeo, divulgado por ele em suas redes sociais, Gareth aparece dizendo:

Olá, meu nome é Gareth Thomas e quero compartilhar meu segredo com vocês. Por quê? Porque é o meu segredo. Não é do mal que está tornando minha vida um inferno, ameaçando contar isso antes de mim, e porque acredito e confio em vocês“.

O vídeo segue com o jogador quase hesitando, mas, enfim revelando o que escondeu durante anos:
Estou vivendo com HIV. Agora vocês tem essa informação, que me deixa extremamente vulnerável, mas não me deixa fraco. Agora, mesmo que eu tenha sido forçado a lhes contar isso, eu escolho lutar, educar e quebrar o estigma em torno desse assunto. (…) Estou pedindo que você me ajude a mostrar que todo mundo vive com medo da reação e opiniões que outras pessoas tem a respeito delas, mas isso não significa que devemos nos esconder. Mas para fazer isso, eu preciso do seu apoio“, diz ele emocionado.

Assista:

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Postado no início da noite de sábado (14), o vídeo chegou a ser visualizado mais de três milhões de vezes no twitter e chamou a atenção da realeza britânica.

Kate Middleton e o príncipe William, demonstraram apoio ao jogador escrevendo:
Corajoso como sempre – lenda no campo e fora dele. Você tem o nosso apoio“.

Gareth Thomas se assumiu publicamente gay no fim de 2009. Na época, ele era um jogador casado com uma mulher. Ele contou que teve pensamentos suicidas porque tinha que esconder sua sexualidade de sua esposa, colegas de time, amigos e família.
O ambiente machista e homofóbico do rugby também não ajudava nada seu processo de aceitação.

A emissora de tv BBC divulgou que um documentário será lançado em breve mostrando “a ansiedade de Gareth e a necessidade de consultar representantes legais depois que um tabloide descobriu sobre seu status de HIV” e o caos que se formou em volta da vida dele com jornalistas indo até a casa de seus pais a fim de questiona-los sobre o diagnóstico.