O DJ londrino Jason Prince está pronto para começar a transar novamente, poucos dias após sua sentença na corte de Inner London Crown. Prince confessou culpado de porte, distribuição de pornografia infantil e posse de drogas e cumpriu pena de seis meses.

Agora foi relatado que Jason Prince está de volta ao Grindr em busca de “twinks”, como foi mostrado em seu perfil: Trans4Twinks, com uma foto de Jason travestido, o que ele costumava fazer de vez em quando.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Embora certamente não seja um crime para um homem gay usar um aplicativo de pegação, é importante notar que, desde o início do processo judicial de Prince, uma série de acusações perturbadoras foram mencionadas nas redes sociais.

Com um post afirmando que Prince e um amigo o “estupraram” enquanto ele estava inconsciente, abriu-se uma investigação mais aprofundada na conta do Instagram do DJ, e foi descoberta uma quantidade surpreendente de meninos menores de idade que ele seguia no aplicativo.

VEJA TAMBÉM:  Policial é acusado de pedofilia por se assumir gay para adolescentes

Jason Prince

Jason Prince sofre 3 acusações

DJ Jason Prince é conhecido na cena de Londres por promover festas e eventos, mas as acusações perturbadoras contra ele revelam os verdadeiros horrores que ele estava escondendo.

Em um documento obtido pela C&C, confirma que Prince está sendo acusado de três crimes, de fazer pornografia infantil e uma acusação de distribuição, bem como posse de drogas das classes B e C.

Agora solto de sua pena, descobriu-se que quase todas as contas de que ele segue ou dá like no Instagram retratam modelos infantis ou garotos que jogam futebol infantil, o que pode ligá-lo novamente ao crime de pedofilia.