Nesta terça-feira (22), a Irlanda do Norte legalizou o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Apesar de esforços de líderes da igreja e de deputados da assembleia regional norte-irlandesa, o país reconheceu sob pressão esse direito aos seus milhares de cidadãos LGBTs.

Entretanto, vale ressaltar que a conquista aconteceu por intermédio do governo britânico, como a Irlanda do Norte está sem Executivo desde 2012, devido a um escândalo político-financeiro, parlamentares britânicos aprovaram em julho emendas para estender ao território irlandês o direito ao casamento civil gay e ao aborto, caso não fosse regularizada a situação política no país até 21 de outubro.

Como a regulamentação do novo governo não aconteceu, as alterações na legislação sobre o casamento civil entre homossexuais e o aborto, entraram em vigor a partir desta semana.