É inquestionável que o cenário gamer se mantém em constante expansão mundialmente, com grandes times como a INTZ, Pain e Red Canids. Responsáveis por dominar cenários como o de League of Legends, Valorant e outros jogos, alguns times atualmente abordam muitas propostas de inclusão e diversidade, como contratar streamers e jogadores profissionais LGBTQI+.

Dessa vez não foi diferente, hoje, segunda-feira (22), o clube INTZ anunciou sua primeira streamer trans na equipe. Sher Machado além de streamer, é licencianda em física pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), além de ser extremamente engajada em causas sociais, Sher ocupa cargos em organizações em prol da comunidade trans, como o capacitransrj.

Sher, primeira trans oficialmente contratada pela INTZ
Sher Machado, recém-contratada pela INTZ (Foto: Reprodução/Twitch)

A INTZ é um dos maiores clubes no cenário gamer atual, conhecida por suas vitórias – no total 6, pelo CBLOL, o maior campeonato de League of Legends do mundo. O clube anunciou oficialmente sua nova contratada nas redes sociais com direito a tweet e muitas pessoas comemoraram a conquista e o passo para melhorar a comunidade gamer.

Não é novidade que o universo dos jogos pode ser considerado um ambiente muito tóxico, onde infelizmente a comunidade LGBTQI+ sofre diariamente, e o fato dos grandes clubes começarem a contratar streamers e jogadores LGBTQI+ abre porta para o debate sobre o que ocorre na comunidade.

“O fato das empresas contratarem abre para debate e troca de informações, como a possibilidade de trazerem a luta trans que, aos olhos de muitos, é um mimimi” disse Sher, além de ter comentado sobre a representatividade ser muito mais do que divulgar, mas propor conversas e utilizar os veículos para certas causas.