O Instagram, um dos gigantes das redes sociais, revelou planos para impedir que organizações promovam serviços de “terapias de conversão”, conhecidas como “cura gay”, em sua plataforma.

Diferente de alguns governos que ainda realizando pesquisas para debater uma possível proibição da prática, como o do Reino Unido, o Instagram resolveu solucionar o problema com as próprias medidas e confirmou à BBC que bloqueará qualquer promoção de “terapia de conversão”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Não permitimos ataques contra pessoas com base em orientação sexual ou identidade de gênero e estamos atualizando nossas políticas para proibir a promoção de serviços de terapia de conversão”, disse Tara Hopkins, diretora de políticas públicas da EMEA.

“Estamos sempre revisando nossas políticas e continuaremos a consultar especialistas e pessoas com experiências pessoais para ajustar nossa abordagem”, acrescentou Hopkins.

O Instagram ainda apontou que vai levar algum tempo para implementar a política. Devido a isso, nem todo o conteúdo que promove a “terapia de conversão” vai ser removido imediatamente, mas com o tempo será bloqueado.

Foto: Divulgação/ BBC