O Instagram se manifestou sobre o episódio ocorrido na última semana, em que muitas pessoas reclamaram após um post transfóbico do apresentador da Rede TV!, Sikêra Jr., ter sido denunciado por muitos e não ter sido removido primeiramente da plataforma, sob alegação de “não ir contra as diretrizes da comunidade”.

Muitos se surpreenderam com a resposta automática da plataforma, afinal, sabe-se que Instagram e Facebook de fato são empresas que apoiam abertamente a diversidade, já tendo se envolvido em ações e realizado várias campanhas contra a ignorância e o preconceito.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após o ocorrido, a rede social tirou do ar o post transfóbico em que o apresentador Sikêra Jr. dizia: “Transgênero é uma pessoa que não aceita o próprio nome, o próprio corpo, a própria voz, a própria vida. Mas quer ser aceito por todo mundo”.

Sikêra Jr. já foi processado por LGBTfobia. Agora é novamente transfóbico no Instagram. (Foto: Reprodução / Rede TV!)
Sikêra Jr. já foi processado por LGBTfobia. Agora é novamente transfóbico no Instagram. (Foto: Reprodução / Rede TV!)

Além de ter removido a publicação, em nota, o Instagram se pronunciou sobre o episódio: “Não permitimos conteúdo que ataque pessoas com base em raça, etnia, nacionalidade, religião ou orientação sexual, casta, sexo, gênero, identidade de gênero e doença grave ou deficiência. Se encontrarmos conteúdo que viole essas políticas, vamos removê-lo.”

VEJA TAMBÉM:  Instagram faz atualizações para celebrar o mês do Orgulho LGBT

Ao Põe Na Roda, o Instagram também lembrou que, dentre milhões de posts diários, podem ocorrer erros entre análises e denúncias muitas vezes interpretadas por máquinas e não humanos, em um sistema que está constantemente se aperfeiçoando, em especial em episódios como este.

Assim que tomou conhecimento da reclamação geral e viu o teor do post de Sikêra Jr., uma apuração interna foi realizada e a atitude da remoção foi prontamente executada.

Vale lembrar que Sikêra Jr. já perdeu processo por transfobia movido pela modelo Viviany Beleboni, tendo que lhe pagar R$ 30 mil reais de indenização por injúria e difamação.a

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).