O influenciador gay paraense Biga Kalahare, revelado pelo consagrado ator Paulo Gustavo, vem sofrendo ataques homofóbicos através de aplicativos de mensagens após ser eleito vereador na cidade de Santarém – Pará, onde reside.

Márcio Alamo, de 31 anos, estudante de publicidade, já teve sua conta do Instagram hackeada algumas vezes, a primeira vez ele chegou a ter mais de 350 mil seguidores em, todo o Brasil. Ele postou imagem do assédio que vem sofrendo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Não to aqui para me vitimizar, mas isso não é normal, uma pessoa assim tem a audácia de me ofender e ainda colocar o nome de Deus no meio! Qual é o Deus da “família tradicional “?, disse o influenciador gay em, seu post.

Biga, eleito com 1275 votos pelo PT, continua: “Quem disse para ele e os VIADOS (LGBTIA+) não tem a capacidade de trabalhar? Desde criança vejo minha cidade não ser regida por nem um vereador! Quem garante a ele que não serei um bom vereador?”.

VEJA TAMBÉM:  Jovem lésbica brutalmente espancada em 2019 recebe doações por ‘vakinha’ virtual

Influenciador gay recebeu áudios homofóbicos

Por celular, Biga Kalahare entrou em contato com nossa redação e enviou áudios recebidos pelo WhatsApp de uma mulher proferindo ofensas e pedindo a pessoas de um grupo que apoie outro candidato sobre o escopo de que Biga seria “viado rasgado sem respeito”.

Biga diz que vai tomar providências judiciais contra as ofensas homofóbicas e afirma que vai provar durante seu mandato que tem capacidade para atuar frente ao governo e a prefeitura em prol das causas LGBT.