Uma unidade do supermercado BIG BomPreço (que era Walmart até pouco tempo atrás) do bairro de Itapuã, em Salvador na Bahia, está sendo acusada de homofobia. Um homem gay chamado Pascoal de Oliveira foi impedido de entrar no estabelecimento simplesmente porque o segurança implicou que sua roupa “não era de homem” e sendo assim ele não poderia estar lá.

Pascoal usava um shorts curto e observou que no mercado havia várias mulheres também usando até mais curto que ele, o que é normal e acontece mesmo em cidades onde a temperatura é alta, né?

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Qual então seria o motivo pra não poder entrar se Pascoal estava vestido? “Tem que se vestir como homem pra não ofender as crianças!”, disse o segurança no vídeo que registrou sua ação e foi postado nas redes sociais pelo internauta Onã Arruda.

VEJA TAMBÉM:  “Usar máscara é coisa de viado”, diz Bolsonaro

Curiosamente, na abordagem, o segurança parece não ignorar totalmente questões de gênero (provavelmente tendo sido orientado previamente quanto a abordagem com mulheres trans e travestis no mercado BIG BomPreço, o que não deixa de ser positivo, mas confundiu tudo aí, né? Foi educado quanto a transfobia, mas faltou com homofobia!).

“Até o momento o senhor é homem. Se isso mudar, me avise! A não ser que senhor queira me dizer que não é homem! Aí muda!”, no que Onã responde: “Não, eu sou homem!”, e o segurança rebate: “Então o senhor tem que estar dentro da realidade”.

Mercado BIG Bompreço pode ter que responder na Justiça por LGBTfobia (Foto: Divulgação)
Mercado BIG Bompreço pode ter que responder na Justiça por LGBTfobia (Foto: Divulgação)

O autor do post ainda lembrou a lei Teu Nascimento, do Estado da Bahia, que pune discriminação em função de orientação sexual ou identidade de gênero: “Foram mais de dois anos de luta pela aprovação (desde 2017) e no último dia 12 completamos um ano da aprovação. Só que a lei não foi regulamentada e continuamos passando por esse tipo de situação. Até quando, prefeito?”

VEJA TAMBÉM:  "Todo time de futebol tem um jogador gay", garante jogador Troy Deeney

Nos comentários, internautas criticaram a atitude do segurança do mercado BIG BomPreço: “Vamos ver cenas das pessoas nos na década de 1980 e 90???? Os rapazes usavam shortinhos curtos, inclusive nas partidas de futebol… Quanto atarso mental e distorção de valores!”, “Que absurdo!” e “Argumento ridículo” foram alguns dos comentários.

Assista ao vídeo do momento abaixo postado por Onã:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).