Atitudes homofóbicas em estádios de futebol no Paraná podem passar a ter punição. O deputado estadual Michele Caputo (PSDB) está propondo uma emenda que penaliza torcedores e clubes de futebol cujas torcidas praticarem atos de homofobia no estado.

A proposta complementa o projeto de lei n.º 607/2017, de autoria do deputado Paulo Litro (PSDB), que dispõe sobre penalidades para atos de racismo e intolerância.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O projeto de lei foi aprovado em primeiro turno da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) no mês de março.

Homofobia pode resultar em punição em estadios no Parana
Homofobia pode resultar em punição em estádios no Paraná (Foto: Reprodução)

“Estou agora propondo um aditivo que torna o projeto ainda mais rico e abrangente ao incluir também a punição por atos de homofobia nos estádios de futebol de nosso Estado. São práticas que, infelizmente, ainda vemos acontecer e que devem ser urgentemente coibidas e, principalmente, punidas”, conta o Caputo.

Segundo o G1, Com o projeto, além da homofobia, se aprovada a emenda, também estarão sujeitos a sanções atos de intolerância racial, étnica, religiosa e de xenofobia praticados dentro dos estádios e em um raio de até cinco quilômetros dos locais dos jogos. As punições incluem, advertência, multas e impedimento de benefícios fiscais no âmbito estadual.

VEJA TAMBÉM:  Para fugir de homofobia, homem vive em carro abandonado dentro de cemitério