A Câmara Municipal de Feira de Santana (Bahia) aprovou nesta segunda-feira (20) o Projeto de Lei 001/2020, do vereador Edvaldo Lima (MDB), que proíbe o casamento gay em igrejas do município

Se fosse até aí a lei seria completamente desncessária, uma vez que gays não tem a intenção de casar em igreja… Mas aí vem a verdadeira motivação homofóbica da medida: a lei inclui uma medida que também proíbe a união igualitária em casamentos coletivos organizados pela Prefeitura de Feira de Santana ou por qualquer outro órgão da administração pública.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na realidade, o que fica claro é que usaram um absurdo (gay querer casar em igreja desde quando??) pra aprovar outro (proibir uniões gays em casamentos coletivos promovidos pela prefeitura).

O autor da lei, Edvaldo Lima (MDB), é também autor do projeto que declara a Bíblia como patrimônio imaterial e cultural em Feira de Santana. O projeto foi aprovado por unanimidade na Câmara e está em vigor desde março do ano passado. 

[Câmara de vereadores de Feira de Santana proíbe casamento gay em igrejas]
Vereador Edvaldo Lima (MDB): autor da lei homofóbica.

O vereador Roberto Tourinho (PSB) votou contrário à medida. Já os vereadores Carlito do Peixe (DEM), João Bililiu (PSD), Luiz da Feira (PROS), Zé Filé (PSD) e Gilmar Amorim (MDB) se abstiveram da votação.

VEJA TAMBÉM:  Pedido de casamento gay emociona público no show de Mel C em São Paulo

Vale lembrar que Edvaldo Lima é pastor de uma igreja evangélica neopentecostal na cidade e diz ser porta voz da “família tradicional feirense.” Autor de vários projetos de cunho homofóbicos e racistas, é famoso por suas falas desrespeitosas e ações que chamam a atenção pela bizarrice.

Em várias cidades do Brasil, como São Paulo, as prefeituras promovem casamentos igualitários coletivos, mostrando orgulho e não vergonha a um direito conquistado e que significa simplesmente IGUALDADE e respeito ao amor alheio. Bem diferente dos vereadores atrasados e homofóbicos da cidade de Feira de Santana na Bahia. Assista a um exemplo abaixo: