Os prints de um crime de homofobia estão rodando as redes sociais. Nas imagens vemos a proprietária de um imóvel, Rute Torquatto, que estava anunciando em seu Facebook o aluguel de um apartamento do qual é dona.

Ao ser procurada pelo jovem Israel Andriotti, que buscava um imóvel para alugar e morar junto com seu namorado, ela se recusou a prosseguir com a negociação. O motivo? Homofobia: “Tenho 2 apartamentos, mas com todo respeito, sou uma pessoa evangélica e não aceito um homem com outro”, diz ela no print exposto pela vítima em seu Facebook.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Para a surpresa de Rute, Israel também se disse evangélico e tentou explicar-lhe que a situação não precisava ser assim: “Eu e meu namorado somos filhos de evangélicos, crescemos em lares evangélicos e somos amados por ambos. Tu, como evangélica, deveria seguir os passos de Cristo e não fazer acepção de pessoas. Tu como evangélica não deveria julgar”.

Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)

Ele foi adiante: “Creio que Jesus não iria me negar um teto se eu e meu namorado estivéssemos precisando. Mas o problema das pessoas é que seguem uma religião e não cristo. Sinto pena de pessoas como você”.

Ao final, Israel ainda afirmou: “Tenho pena de pessoas como você. Com todo respeito. Passar bem e grato por ter nos falado antes. Imagina? Ter que conviver com uma pessoa preconceituosa em pleno século 21. Obrigado Deus por ser sempre maravilhoso conosco e nos livrar de pessoas deste tipo”.

Em resposta, Rute tentou – sempre assim, né? – justificar sua homofobia usando a ladainha da passagem bíblica do Levítico que, em uma das traduções da bíblia, condenaria homossexualidade (em outras traduções a mesma fala simplesmente contra pedofilia, vale lembrar!).

VEJA TAMBÉM:  Governo Trump é processado por tentar tirar LGBT+ das leis de direitos humanos

Curiosamente, certamente essa senhora evangélica não usa o mesmo Levítico para deixar de comer carne de porco, usar joias ou roupas de tecidos misturados, além de ser mulher e querer ter opinião (o que o mesmo velho testamento da Bíblia também condena!)… Hipocrisia que chama?

Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)
Homofobia: Proprietária se nega a alugar apartamento para casal gay (Foto: Reprodução / Facebook)

Ao final, Israel explicou o motivo pelo qual expôs publicamente a situação: “Para prevenir pessoas que se amam de não terem que passar por isso!”.

Vale lembrar que Rute cometeu crime de homofobia e qualquer LGBT, além de Israel, pode processá-la por discriminação. Isso sim previne de maneira ainda mais certeira este tipo de situação. Ah, clique aqui caso queira visitar o perfil de Rute no Facebook.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).