Juan Victor Gonzales, um homem gay argentino de 33 anos, participava da Parada LGBT de Buenos Aires no último dia 18 de novembro, quando foi agredido e teve concussão e sangramento grave na cabeça.

Enquanto acontecia a Parada na rua Montevideo, três homofóbicos invadiram o evento juntos. Um chegou xingando Gonzales gratuitamente enquanto o outro o atingiu com um taco de hóquei na cabeça. Ele acordou no hospital onde foi socorrido e recebeu sete pontos na cabeça.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os três agressores reunidos, que invadiram a Parada justamente no intuito de causar confusão, acabaram detidos por cerca de 30 manifestantes da Parada do Orgulho LGBT de Buenos Aires. A polícia foi chamada e chegou a tempo de prender o agressor do taco de hóquei, um homem de 24 anos cuja identidade não foi revelada.

VEJA TAMBÉM:  PM gay é alvo de homofobia na Internet por foto com namorado

A cidade de Buenos Aires, na Argentina, tem visto crescer o número de casos de homofobia nos últimos anos. Em 2016 foram 58 denúncias contra 72 já de 2017. Os números já superam 2015, quando foram registrados 28 ataques homofóbicos na cidade.

Veja também:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).