“Heterossexuais não tem mais direito nenhum! Estão virando minoria no Brasil!”. Poderia ser uma frase do Porta dos Fundos ou do Zorra Total, mas foram ditas por ninguém menos que o ministro do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio Noronha, afirmou na última segunda-feira em um evento no STJ que debatia as consequências do ativismo e independência do juiz.

Noronha criticou a Justiça que, segundo ele, vem se pautando muito pelas lutas das minorias. Em suas palavras: “o poder constitucional não pode ser pautado por isso”. Não bastasse o absurdo da fala, ele ainda fez um alerta a quem vive solteiro. Segundo o juiz, quem está nessa condição deve ter cuidado na hora de começar um namoro, pois a pessoa pode gerar vínculo jurídico não desejado, fazendo referência aos direitos de pessoas em união estável.

Após a repercussão negativa da frase na imprensa, Noronha afirmou por meio de nota que fez apenas uma brincadeira que foi tirada de contexto durante a palestra, ressaltando que foi o primeiro juiz a reconhecer a união homoafetiva e que respeita e sempre respeitou os direitos das minorias. Então tá…

Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).