O cantor Harry Styles sofreu muitos ataques por conta da sua nova capa da Vogue, grande parte desses ataques veio da parte conservadora dos Estados Unidos. Nesta sexta-feira (13) o cantor britânico fez história ao ser o primeiro homem a aparecer na capa da revista aclamada de moda, onde nas fotos Harry aparece com um vestido da Gucci e um smoking elegante.

Harry Styles para a Vogue 2020
Harry Styles para a Vogue 2020 (Foto: Vogue)

Através das redes sociais, Harry Styles sofreu muitos ataques de pessoas conhecidas dentro da direita conservadora americana, como Candace Owens, conhecida por acusar o movimento “Black Lives Matter” de terrorismo e Donald Trump Jr. “Traga de volta homens viris”, foi uma das declarações da comentarista.

Harry Styles em ensaio
Foto: Vogue

De acordo com a Gay Times, inúmeros artistas e celebridades se posicionaram a favor e em defesa de Harry Styles no Twitter, postando fotos onde aparecem em vestidos, como o ator de “Supernatural” Misha Collins, a drag queen Trixie Mattel e a atriz Jameela Jamil. “Harry Styles é muito viril, porque viril é o que você quiser que seja, não o que alguns idiotas homofóbicos, inseguros e tóxicos decidiram que era há centenas de anos. Ele é 104% perfeito” – declarou. Confira alguns dos tweets abaixo: