O GADvS – Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e de Gênero – fez uma nota de apoio e agradecimento ao STF pelos 4 votos históricos favoráveis à criminalização da homofobia no Brasil.

Vale lembrar que, para criminalizarmos a homofobia no país equiparando-a co crime de racismo, precisamos de 6 votos. Até agora tivemos 4 ministros que votaram, todos a favor da medida.

O processo de votação levou mais de 3 dias e acabou sendo adiado pelo ministro Tofolli, sem data ainda para continuação do processo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“O GADvs vêm, publicamente, apresentar NOTA DE LOUVOR aos Eminentes Ministros Celso de Mello, Edson Fachin, Alexandre de Morais e Roberto Barroso, pelos belíssimos votos em prol dos direitos humanos das população LGBTI+, bem como aos Ministros Luiz Fux e Dias Toffoli, pelo profundo elogio (justíssimo) ao paradigmático e histórico voto do Ministro Celso de Mello, bem como à Procuradoria-Geral da República, por seus pareceres favoráveis, no julgamento, do Supremo Tribunal Federal, sobre a criminalização da LGBTIfobia, iniciado na última quinta-feira, dia 14.02.2019 (e sustentações orais no dia 13.02.2019), com demais votos colhidos nos dias 20 e 21.02.2019”, diz a nota.

VEJA TAMBÉM:  Casar ou Fazer Contrato? O que vale mais a pena? | Direitos LGBT

E continua lembrando da importância histórica deste posicionamento do STF: “São votos históricos, que lavam a alma da população LGBTI+, no reconhecimento de sua plena humanidade, igual dignidade, não-discriminação e igual proteção penal relativamente a pessoas heterossexuais e cisgêneras. Votos que honram nossa Suprema Corte, pelo elevadíssimo grau de humanismo e respeito à dogmática constitucional e convencional emancipatória, na interpretação dos direitos fundamentais e dos direitos humanos, em pleno respeito ao art. 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que aduz que as pessoas nascem livres e iguais em direitos e dignidade. Relativamente, no caso, ao direito à igual proteção penal, sem hierarquização de opressões, pleiteado nas ações e acolhido pelos votos dos Eminentes Ministros já citados.”

VEJA TAMBÉM:  Governador de SC proíbe que trans e travestis usem nome social no Estado

Leia aqui a nota do GADvs ao STF na íntegra.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).