O Grupo Boticário anunciou que estenderá a licença parental de 120 dias para todos os 12 mil funcionários da empresa. O benefício será extendido a casais homoafetivos, homens e pais de filhos não-consanguíneos. Mulheres, que já possuem a licença de 180 dias, também serão incluídas na medida.

Artur Grynbaum, vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário afirmou que todas as famílias têm direito a acompanhar os primeiros meses de vida de seus filhos. “Como empresa, entendemos que todos têm a direito à mesma quantidade de tempo para criar esses laços independente de seu modelo familiar”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Grupo Boticário anuncia licença parental para casais homoafetivos
Grupo Boticário anuncia licença parental para casais homoafetivos (Foto: Pixabay)

O vice-presidente do grupo disse ainda que a empresa contribui com a missão de romper os estigmas de gênero impostos pela sociedade. ““Acreditamos que uma licença mais equânime é caminho certo. Ela é a nossa contribuição para ajudar a romper as barreiras e os estigmas de gênero, transformando o olhar da sociedade. É também uma contribuição importante para a relação de afeto que se estabelece na chegada de um filho. ”

VEJA TAMBÉM:  PGR defende licença-maternidade à mãe não gestante em relação homoafetiva

Antes do anúncio, a empresa adotava a licença paternidade de 20 dias para seus colaboradores (a lei prevê 5 dias). Agora, O Boticário afirma que pretende tornar a responsabilidade parental mais igualitária e “reforçar o caráter de corresponsabilidade na formação das famílias”.