Graham Norton, famoso e premiado apresentador de TV Irlandês, disse que não se sentia à vontade com seu programa do Channel 4 dos anos 90 porque os diretores e roteiristas heterossexuais continuavam escrevendo piadas homofóbicas sobre “sexo anal e boquetes”.

Hoje em dia, o apresentador é mais conhecido por seu programa de bate-papo da BBC, The Graham Norton Show, mas na década de 1990 ele fez seu nome no Channel 4 com “So Graham Norton e V Graham Norton”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Refletindo sobre seu tempo no Channel 4, Norton disse ao podcast How I Found My Voice que os escritores “foram longe demais” com algumas de suas piadas: “Eu tinha um produtor, havia escritores e, no final, eles foram longe demais para mim”, disse Norton.

Graham Norton conta como superou essa parte da carreira

“Todas as piadas eram apenas sobre sexo anal e boquetes e coisas assim, e eu pensei, isso está começando a ficar desconfortável, principalmente porque eram homens heterossexuais que estavam escrevendo essas piadas e homens heterossexuais estavam produzindo o show”.

VEJA TAMBÉM:  SURTO: Bolsonaro faz piada homofóbica no MA: 'virei boiola, igual maranhense'

Graham Norton continuou: “Acho que isso também tem a ver com o fato de eu ter o programa do Channel 4 quando tinha 35, 36 anos, algo assim, então quando acabou eu estava nos meus 40 anos e demorei um pouco para descobrir quem eu era aos 40, porque claramente eu não era aquele cara”.

“Eu não era o cara de ternos grandes subindo e descendo as escadas balançando vibradores. Isso parecia realmente impróprio para um homem com mais de 40 anos. Mas ainda não sabia quem eu era. Acho que demorei um pouco. Demorou, eu não sei, talvez 10 anos. Aos 50 anos, sinto-me muito mais confortável na minha pele”.