O jornalista e fundador do The Intercept Brasil, Glenn Greenwald, foi agredido na tarde desta quinta-feira (7) pelo também jornalista Augusto Nunes durante uma entrevista ao programa Pânico da rádio Jovem Pan.

Em um vídeo publicado no canal oficial do programa Pânico no Youtube é possível ver que tudo começou após Glenn questionar Augusto sobre um comentário feito por ele onde afirmou que David Miranda e Glenn não cuidavam direito dos filhos e deveriam ser investigados pelo juizado de menores:

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Nós temos muitas divergências políticas, eu não tenho problema nenhum em ser criticado pelo meu trabalho – eu critico ele também. Mas o que ele fez… ele disse nesse canal, na Jovem Pan, a coisa mais feia e suja que eu vi na minha carreira como jornalista (..) Ele disse que um juiz de menores deveria investigar nossos filhos e decidir se nós deveríamos perder nossos filhos. Que eles deveriam voltar para o abrigo, com base nenhuma. Acusando que estamos abandonando, fazendo negligência de nossos filhos“, afirmou Glenn.

VEJA TAMBÉM:  Pai obriga filho de 11 anos a transar com madrasta pra que ele "prove que não é gay"

Augusto Nunes então se justificou dizendo que Greenwald não sabia identificar ironia e ainda o desafiou “a provar em que momento disse que algum juizado fizesse isso”:
Disse apenas que o companheiro dele passa tempo em Brasília, passa o tempo todo lidando com material roubado. Quem vai cuidar dos filhos?

Glenn reagiu classificando o jornalista como “covarde” e foi aí que Augusto Nunes partiu pra cima de Glenn com tapas e socos. Os dois foram rapidamente afastados pela equipe do programa.

Assista ao momento:

Em um tweet publicado minutos antes de entrar ao vivo na rádio, Glenn afirma que não sabia que Augusto Nunes participaria do programa:

VEJA TAMBÉM:  Após morder o pênis de agressor, mulher trans consegue escapar de estupro

O deputado David Miranda, marido de Glenn, se pronunciou sobre a agressão em suas redes sociais: