Uma mãe teve a resposta perfeita para o filho de seis anos que a questionou que queria ser gay quando crescesse.

Cuidadosa, ela fez um relato em um fórum na Internet, que acabou virando matéria no portal Pink News, que o filho a havia questionado pela primeira vez sobre o assunto. “Eu apenas pensei em algo louco”, disse ele à mãe ainda tímido. E então perguntou: “Mãe, e se dois meninos se casarem?”.

Percebendo que sua pergunta inocente tinha um Q de “teste” pra checar sua reação, ela respondeu simplesmente que às vezes dois homens se amam e se casam, outras vezes duas mulheres se casam entre si também, e isso se chama ser gay.

Foi então que o garoto disse à mãe: “Eu acho que gostaria de ser gay quando crescer”.

Surpresa, a mãe respondeu sobre a situação: “Eu disse a ele o que eu quero é que ele seja feliz. Depois mudamos de assunto e conversamos sobre trens por um tempo”, disse ela, mostrando como é simples discutir sexualidade com crianças de maneira responsável e sem tabus.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Questionado, o pai do garoto teve uma resposta um pouco diferente. Ele disse sobre o assunto: “Ele sempre será meu filho e eu sempre o amarei, mas talvez eu tenha dificuldade pra aceitar isso como pai pois imagino que a vida é mais difícil para os gays”, acrescentando que ele não acha que o filho tem idade suficiente para saber se é gay.

A mãe então deixou claro: “Pedi que ao meu marido ao menos estivesse preparado para apoiá-lo se nosso filho se entender desta forma um dia. Entendo que pelo menos algumas pessoas já sacam que são LGBTs desde cedo”.

Então finalizou seu post concluindo aos os leitores: “Espero ter lidado bem com a conversa. Não esperava uma pergunta dessas vindo dele tão jovem!”.

E explicou a falta de cerimônia ao tratar do assunto com a criança: “Eu não quero que ele sinta que é gay é algo chocante e sobre o qual precisamos ter reuniões de família. Mas também não quero que ele pense que estou ignorando a questão e fingindo que ela vai desaparecer.”

Nas respostas, um psicólogo elogiou a mãe por sua resposta, que abordou o assunto usando uma linguagem clara e apropriada para a idade do garoto.

Alguns seguidores foram contra a posição do pai: “Ele diz que pode ter problemas já que imagina que a vida é mais difícil para os gays. Oras, uma maneira de garantir que a vida não seja mais difícil para nossos filhos gays é justamente tendo o acolhimento de seus pais“, escreveu uma mãe muito sensata.

Fonte: PinkNews

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).