VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Uma gangue de homofóbicos criminosos foi condenada a 13 anos de prisão depois de ser provado que atraíam vítimas pelo Grindr para um parque da cidade de Birmingham, na Inglaterra, para roubá-las e humilhá-las.

Criando contas falsas no aplicativo, os rapazes atraíam gays a encontros. Ao todo, quatro vítimas foram denunciá-los na delegacia e uma disse ter temido a própria vida mediante às ameaças, xingamentos e agressões que sofreu.

Os crimes aconteceram de 5 de janeiro a 29 de março. Em alguns casos houve relatos dos criminosos terem urinado na vítima, amarrarem pés e mãos e obrigarem a andar sobre excremento de cães, além de roubarem seus pertences.

Foi dito a uma vítima que ele merecia ser atacado e roubado porque era um “homem branco responsável por ataques a muçulmanos na Nova Zelândia”.

A juíza Heidi Kubic, ao aprovar a sentença, disse: “Você deliberadamente humilhou e agrediu suas vítimas, que tiveram coragem de denunciar a situação”.

E os lembrou das atitudes cometidas contra as vítimas, que eram todas homens gays: “Você submeteu suas vítimas a graves agressões físicas e as ameaçou com várias armas, incluindo uma grande faca de caça, uma chave de fenda e você usou uma barra de metal para causar ferimentos”.

Dentre os agressores identificados pela Justiça, Kham e Ahmad foram condenados a 13 anos e 4 meses dedetenção, enquanto Umar recebeu sentença de 11 anos e 3 meses de acordo com o envolvimento nos crimes.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).