Um casal gay recém-casado ficou arrasado depois que os funcionários homofóbicos de um cruzeiro, onde eles estavam em lua de mel, zombaram deles apontando e rindo enquanto dançavam juntos.

Eles ainda acusam os funcionários do navio de se recusarem a tirar fotos deles juntos ou de lhes fornecer uma cama de casal, o que eles chegaram a pedir cinco vezes na recepção.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Chance e Dan Walton-Ashmore, de Duffield gastaram 3 mil libras em um cruzeiro de 11 dias no sudeste da Ásia e foram tratados desta forma pelos funcionários do cruzeiro da operadora de viagens TUI

Depois do acontecido, Dan, classificou a empresa como uma “desgraça” nas redes sociais: “Coração partido neste cruzeiro. Recebemos abusos homofóbicos da equipe da TUI a bordo do Marella Discovery ”, escreveu ele. Queremos voltar para casa. TUI é uma vergonha!”, afirmou. 

VEJA TAMBÉM:  Levantamento revela qual Estado brasileiro matou mais LGBTs no 1º trimestre de 2018

Contando o ocorrido lamentável ao jornal inglês Mirror enquanto ainda estava a bordo do navio, Dan explicou: “Inicialmente, eles se recusaram a fornecer uma cama de casal em vez das duas de solteiro que recebemos, mesmo que a reserva declarasse que era a nossa lua de mel”.

Casal tem lua de mel arruinada por equipe de cruzeiro homofóbica.

Quando tentaram reclamar, os dois foram avisados por uma funcionária equipe: “Acho difícil de resolver, pois sou a minoria neste navio como uma mulher heterossexual”.

Eles ainda afirmam terem sido tratados com deboche por toda equipe em outros momentos do cruzeiro. “Dançamos um com o outro e notamos os funcionários do bar rindo e também apontando para nós. Os passageiros testemunharam esse acontecimento e todos foram realmente solidários.”

Depois de ver o post nas redes sociais e ser detonada na Internet, a TUI – empresa dona do cruzeiro – tentou fazer as pazes oferecendo champanhe, morangos e uma refeição grátis no restaurante à la carte. Mas o casal diz que não há como ser recompensado pelo que passaram.

VEJA TAMBÉM:  Entregador de delivery é suspenso após xingar casal gay

Chance disse: “Toda essa experiência foi horrível. Essa deveria ter sido a viagem de uma vida e acabou sendo um pesadelo. Não creio que em 2019 ainda estamos enfrentando esse tipo de preconceito por parte de uma empresa estabelecida”.

Em um comunicado, um porta-voz da TUI disse ao Mirror: “Estamos muito preocupados em saber da experiência da parte de Walton-Ashmore a bordo do Marella Discovery e levamos as reivindicações dessa natureza muito a sério. No momento, estamos investigando isso internamente”.

Aproveite para passar na página do Facebook da TUI Cruises fazer sua avaliação negativa da empresa: https://www.facebook.com/MeinSchiff/ 

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).