Uma foto de três estudantes de enfermagem fazendo piada com pacientes com HIV/AIDS gerou revolta nas redes sociais. Na imagem, eles aparecem vestindo máscaras e toucas hospitalares com a intenção de se proteger do local voltado para o tratamento de pessoas que convivem com o vírus.

Na legendas, um deles escreveu: “Quando você descobre que o estágio é no Tropical”. A unidade hospitalar descrita, trata-se da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado, em Manaus, no Amazonas, especializada no acompanhamento de pacientes com HIV/AIDS.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após a viralização da publicação, a internet bombardeou os “sem noção” pela atitude preconceituosa. “Você acha que é fácil se tratar pra HIV quando Os próprios CUIDADORES perpetuam o estigma?”

Em nota enviada à imprensa, a universidade responsável pelos jovens afirmou que o caso será apurado e “as medidas serão tomadas conforme o regimento geral da instituição”.

O Fórum de Saúde da região também se manifestou e repudiou a atitude dos estudantes, uma vez que eles estariam “demonstrando medo e passando terrorismo para a sociedade, assim reforçando o estigma já vivido diariamente, além do preconceito para com as pessoas que vivem com HIV/AIDS.”

O preconceito contra as pessoas que convivem como vírus do HIV/AIDS é crime, podendo punir com até 1 ano e 4 meses de condutas tipificadas.