O músico Gabeu Solimões, filho do cantor sertanejo Solimões, rebateu as falas de Rodolffo no BBB21 sobre a normalização do preconceito no interior do Brasil. Em entrevista ao Yahoo, Gabeu criticou o uso de identidade cultural como justificativa para preconceitos. O artista é um dos criadores do movimento PocNejo.

“Quando eu penso que o sertanejo já foi uma voz que cantava a valorização da natureza, as dores dos trabalhadores, vejo como é contraditório com o que temos visto da cena hoje em dia”, iniciou o músico. Gabeu afirmou que não podemos utilizar desculpas para justificar a intolerância.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

” A desigualdade está completamente ligada ao acesso à informação, mas independente do lugar que nascemos e crescemos, é inaceitável que usemos isso como desculpa para propagar qualquer tipo de intolerância.” O filho de Solimões destacou o fato de que pessoas como o Rodolffo não são um caso isolado.

VEJA TAMBÉM:  Sarah comenta incômodo de Gil e João com Rodolffo: “Negócio de gays”
Filho gay de cantor sertanejo rebate Rodolffo: "interior não é lugar de preconceito"
Gabeu Solimões rebate Rodolffo: “interior não é lugar de preconceito”

“Infelizmente, “Rodolffos” não são casos isolados no Brasil, o que me incomoda mais é o uso de uma identidade cultural para justificar toda série de preconceitos, com falas como ‘eu sou um homem do interior, chucro, criado assim, meu avô era assim, meu pai era assim’.”

A rapaz destacou que as pessoas precisam estar dispostas a aprender e deixar as explicações de lado. “E mais que isso, estar disposto a aprender não significa tornar pessoas pretas e LGBTQIA+ coachs de diversidade, muito menos tentar justificar as nossas falas com ‘mas o cabelo do meu pai, a minha tia é negra, meu sobrinho é gay'”

Gabeu já havia se pronunciado em sua conta no Instagram sobre as falas machistas, homofóbicas e racistas de Rodolffo. Ele defendeu ainda que o problema do participante do BBB21 não é desinformação, mas “não se educar”.