Uma mãe de 36 anos, sua esposa e seus dois filhos foram mortos no bairro de Troy na cidade de Nova York na última semana de 2017.

Após uma denúncia, a polícia chegou ao local e encontrou a família com as gargantas cortadas. O chefe de polícia de Troy, John Tedesco, descreveu o ato como absurdo em uma coletiva de imprensa.

Agora, o departamento de polícia de Nova York trabalha para resolver o crime: “Vamos chegar ao culpado!”, afirmou o delegado da polícia de Troy, Daniel DeWolf, à NBC News.

Na cena do crime estavam as mães Shanta Myers de 36 e Brandi Mells de 22 anos junto com os filhos, o menino Jeremiah que tinha 11 anos e a filha Shanise de apenas 5 anos. Veja abaixo a foto dos quatro:

DeWolf afirmou à polícia que acredita que a família foi alvo de perseguição e o ocorrido não possa ser um crime sem intuito ou planejamento.

A família de Shanta está chocada com a notícia. Sua irmã, Shakera Symes, afirmou à imprensa que Shanta tinha um grande coração, adorava cozinhar para a família e não tinha motivo pra estar envolvida em algo que levasse a família a ser vítima de um crime desta magnitude.

“É um mistério completo ainda, mas ainda vamos descobrir os culpados e suas motivações”, afirmou Shakera.


Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).