Teve início no último sábado (16), a exposição Erva Daninha, que tem como principal objetivo abordar a representatividade LGBT no vale do São Francisco, em Petrolina, Pernambuco. O projeto foi desenvolvido pela artista Morgana Caroline e reúne obras que constrói uma relação de como a comunidade LGBT é vista pela sociedade.

Segundo a artista, o tema da exposição é parte de uma reflexão sobre a maneira que a sociedade lida com a comunidade LGBT. E Morgana faz uma analogia onde a comunidade LGBT seria a erva daninha na sociedade dos dias atuais, onde esses são vistos como pragas que precisam ser arrancadas; sem sequer da importância as suas propriedades ou beleza. A artista vai ainda mais fundo e compara esse arrancar das Ervas Daninhas com homofobia, assedio, expulsão, agressão e até mesmo o assassinato de LGBTs.

Exposição ‘Erva Daninha’ é aberta no sábado (16) em Petrolina

Morgana convida o público a visitar a exposição e deixar a empatia aflorar. Segundo ela, para se ter uma melhor experiência do que é exibido, o visitante precisa se sentir no lugar do outro, no lugar do LGBT; mas não como praga, e sim como um humano como qualquer outra, aberto a interpretações e significados.

Os interessados em visitar a exposição devem fazer agendamento prévio através do telefone (83) 8111-4321 ou do email [email protected] ‘Erva Daninha’ pode ser visitada gratuitamente de segunda à sábado, na rua das Umburanas, 155, no bairro Areia Branca.

Morgana Caroline é licenciada em Artes Visuais e desde 2012 vem realizando trabalhos com desenho e arte urbana. Atualmente a artista está desenvolvendo técnicas como o desenho e a pintura em aquarela, unidos para compor cadernos/livros.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: