Sem roupa pra usar no halloween? Ora ora, se você for uma pessoa LGBT, talvez nem precise de uma.

Segundo um estudo completamente legítimo da Spiritual Science Research Foundation, 85% das pessoas LGBT + são possuídas por fantasmas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A organização afirma que “a principal razão por trás da orientação homossexual de alguns homens é que eles são possuídos por fantasmas femininos. E é o fantasma feminino neles que é atraído por outros homens“.

Da mesma forma, o estudo afirmou que as lésbicas têm “a presença de fantasmas masculinos nelas“, explicando sua atração.

O artigo, que não faz o menor sentido, “revelou” que o fantasma “domina o comportamento normal da pessoa para produzir a atração homossexual” e ainda divulgou uma tabela de “pecados relacionados à homossexualidade“, na qual diz que 3% das pessoas LGBTs “ficam nuas na presença de desconhecidos” e 100% das vezes, sendo homossexuais, são suscetíveis ao pecado de “assassinato”.

VEJA TAMBÉM:  Em vídeo, mulher ataca casal de lésbicas no Metrô de Barcelona; assista

Cerca de 1% do tempo, a homossexualidade convida ao uso de “palavrões” e 13% agridem fisicamente outras pessoas.

Além disso, as pessoas LGBT + “possuídas por fantasmas” são “mais suscetíveis a serem influenciadas por energias negativas que lhes dão pensamentos para incentivá-las a exibir sua homossexualidade de maneira desavergonhada e até agressiva”.

Tais exibições incluem paradas e festivais do Orgulho, que a Spiritual Science Research Foundation considerou como “vitrines” públicas de “exibicionismo e narcisismo”.

Paradas LGBTs emitem energia negativa por até 10 quilômetros de distância. Indiretamente, a energia negativa sobre a cidade aumenta e se espalha sutilmente além dos 10 quilômetros”, afirmaram os organizadores.

Agora, como saber se você está entre os 85% das pessoas LGBTs possuídas por algo sobrenatural?

É fácil. Segundo a fundação, os sinais de que você foi possuído por uma entidade estranha incluem baixos níveis de energia, crises de depressão, perda financeira e comportamento impulsivo (isso explica tanta coisa na minha vida).

VEJA TAMBÉM:  Homem é espancado em caso de homofobia no ES

No material divulgado pela organização, é citado alguns métodos para afastar seus fantasmas, como,”cantar ditados espirituais ou hipnoterapia

Este último ajudará a “induzir a atração física pelo sexo oposto” e a “apagar memórias de experiências homossexuais anteriores e [substituí-las] por heterossexuais“. (Cura gay que chama, né?)

É óbvio que esse artigo é uma grande chacota e não passa de mais uma tentativa de apavorar as pessoas e propagar a tal “cura gay”. Afinal, todo mundo sabe que LGBTs só são possuídos mesmo é pelo ritmo ragatanga.