Na última terça-feira(23), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurado pela vereadora Erika Hilton (PSOL). As informações são da Folha de SP.

A CPI irá investigar a violência contra pessoas transexuais na cidade de São Paulo. Hilton presidirá a comissão, que cita o caso de Lorena Muniz em seu relatório.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Lorena era uma mulher transexual, que veio a São Paulo colocar silicone nas mamas e morreu abandonada em um clínica de estética. 

“Ela, porém, acabou morrendo após ter sido abandonada sedada na sala de cirurgia inalando fumaça enquanto um incêndio atingia a clínica”, relata o texto. “Lorena foi mais uma vítima da violência de gênero que afeta pessoas trans e travestis e do descaso do Estado nos cuidados da saúde específica dessas pessoas”.

Erika Hilton cria CPI pra apurar violência contra população trans
Erika Hilton cria CPI pra apurar violência contra população trans (Foto: Reprodução / ASCOM)

Juntamente a CPI, Erika Hilton e a deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL) entraram com uma ação conjunta no Ministério Público pedindo uma investigação.

VEJA TAMBÉM:  Vereadora Erika Hilton promete ir além das causas trans e negra