De acordo com um relatório divulgado e coordenado pelo Boston Consulting Group, empresas de mercados emergentes que apoiam políticas que incluem lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, conseguem atrair e manter melhores talentos.

Além disso, no estudo, que recebeu o nome de Open for Business, foi constatado que entre as empresas analisadas, as que procuram manter políticas de inclusão e apoio aos profissionais LGBTs estão com maior proporção e potencial de gerar receita internacional, devido ao fato de que podem explorar mercados de forma global.

Para chegar aos resultados, o estudo analisou 96 empresas de mercados emergentes. De acordo com a pesquisa, as empresas que apoiam abertamente a comunidade LGBT desenvolvem marcas mais fortes, pois são vistas como inclusivas por valorizar a pluralidade, ou seja, são para todos os públicos, já que o mundo é composto pela diversidade.