Dando sempre um close certo atrás do outro, a Netflix está lançando a campanha #StrongBlackLeads, ou “Protagonistas fortes e negros” afim de dar visibilidade a criadores e atores negros de suas séries e filmes.

Com diversidade racial (e sexual, diga-se de passagem!) presente em muitas de suas produções – ao contrário da indústria tradicional – não é raro vermos vários atores negros em papéis de destaque, como acontece por exemplo nas séries 3%, Orange Is The New Black, Dear White People, Master Of Nome e Stranger Things, isso para citar apenas alguns exemplos.

Assista ao vídeo abaixo divulgado pela Netflix e conheça a campanha:

No vídeo acima, Caleb McLaughlin, o Lucas Sinclair de Stranger Things, narra o comercial que passa uma mensagem poderosa sobre o movimento:

“Este é um novo dia, construído do chão destruído das nossas lendas. Um dia para nossa geração ver experiências incalculáveis da nossa negritude representando uma gama ilimitada de identidades. Interpretando reis e rainhas de nossos bairros, derrotando forças maiores do que a vida, tentando virar o nosso mundo de cabeça para baixo. Nós nos levantamos em qualquer palco e em todas as telas. Um dia em que as mulheres negras são corajosamente as protagonista, sejam como detentas ou acadêmicas. Nós não somos um gênero porque não há só um jeito de ser negro. Estamos escrevendo enquanto negros, cheios de nuances e complexos; resilientes e fortes. Este não é um momento. Isso é um movimento. Somos fortes protagonistas negros. Hoje é um ótimo dia em Hollywood.”

(continua abaixo)


Veja também:


Maya Watson Banks, uma das organizadoras da campanha, disse ao LA Times, “Representar um foco bastante intencional da Netflix em conversar de forma autêntica com as audiências negras. Strong Black Lead é relacionável e real, sempre sem pedir desculpas por ser negro.”

Enquanto isso, é bom lembrar de casos recentes como do Oscar de 2 anos atrás, justamente criticado pela ausência de profissionais negros em suas categorias, e também a mais recente polêmica da novela “Segundo Sol” da TV Globo, que se passa na Bahia – e pasmem – quase não tem negros no elenco que se propõe a retratar um Estado onde mais da metade da população é negra.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).