Recentemente, o Põe na Roda noticiou que 2,4% da população carcerária dos presídios estaduais de São Paulo se declara LGBTQ+ e 0,37% do total se identifica como transgênero.

Agora, em reportagem para o Fantástico, o Dr. Drauzio Varella foi mais afundo e visitou o Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, em São Paulo.

O médico revelou que é há 30 anos voluntário para atender transsexuais nas cadeias do estado, dando ainda palestras e oferecendo diversos tipos de ajuda para reconstruir a vida de cada uma.

Neste presídio, especificamente, as mulheres trans tem uma ala específica e felizmente não enfrentam nenhum tipo de preconceito. Muitas inclusive viram na prisão uma oportunidade de aprender uma profissão e seguir um caminho que não seja o do crime e da prostituição.

Clique aqui para ver a reportagem completa no Globoplay.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Avatar
21 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.