Adolescentes homofóbicos cuspiram em um casal gay que caminhava rumo ao supermercado em Amsterdã no domingo, apesar da cidade estar sob o bloqueio de coronavírus.

Segundo informou o Gay Star News, o casal Daniel e Fabio disse que os adolescentes os chamavam de “kankerhomos”, que se traduz em “gays com câncer”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O NL Times relata que Daniel e Fabio estavam caminhando para um supermercado em Molukkenstraat, a leste do centro da cidade quando o grupo covarde se aproximou deles e começou a insultá-los ameaçando agredí-los.

Outras pessoas tentaram intervir e, quando chamaram a polícia, os adolescentes fugiram do local.

No entanto, quando a polícia deixou o local novamente, dois dos jovens retornaram em uma scooter e simplesmente cuspiram em Fabio antes de fugir.

VEJA TAMBÉM:  Sikêra Jr. diz gostar de repórter gay por ele não levantar bandeira LGBT e nem dar pinta

Daniel e Fabio disseram que já haviam enfrentado discriminação antes e a ignoraram. Mas desta vez eles filmaram parte do ataque e vão apresentar queixa.

Fabio disse à emissora de TV local AT5: “Espero que compartilhar essa história ajude. Isso me deixa com tanta raiva. Isso está acontecendo em 2020 sem que a gente tenha feito nada!”

Vale lembrar ser cuspido é uma maneira de se espalhar o COVID-19. A Holanda está atualmente em ‘bloqueio inteligente’. Isso significa que as pessoas são encorajadas a ficar em casa, mas podem sair, se assim o desejarem.

Além disso, as autoridades holandesas estão recomendando apenas que as pessoas fiquem a 1,5 metros de distância, não os dois a três metros que outros aconselham.

VEJA TAMBÉM:  Escola católica retira homenagem ao Mês do Orgulho LGBT+ após pressão de conservadores

A maioria dos holandeses está agindo de maneira sensata, mas mesmo assim o vírus está se espalhando rapidamente e a Holanda tem uma das maiores taxas de mortalidade por COVID-19.

Alguns criticaram o governo por não impor um bloqueio mais rígido para limitar a transmissão e as mortes.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).