Em uma decisão história, a Suprema Corte da Índia acaba de descriminalizar a homossexualidade no país, tornando a discriminação por orientação sexual como uma violação dos direitos fundamentais.

Votada por unanimidade, a decisão anulou o artigo 377 do país, uma lei que validava a homossexualidade como crime e estabelecia prisão de até 10 anos pra quem fosse flagrado em relação sexual com alguém do mesmo gênero.

A decisão da Suprema Corte do país representa um vitória imensa para a comunidade LGBT da Índia, tão discriminada.

Os cinco juízes que compõem o Supremo indiano, liderado pelo juiz Dipak Misra, declararam suas sentenças individualmente e concordaram de maneira unânime em anular o artigo 377.

“Criminalizar o relacionamento carnal é irracional, arbitrário e manifestamente inconstitucional”, concluiu o juiz Dipak Misra, que liderou o grupo de juizes que votou sobre o tema.

Em todo país, a comunidade LGBT festejou a decisão.

Veja algumas fotos abaixo:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).