A cantora do hit The Anywhere, Rita Ora, revelou que é bissexual em uma carta aberta direcionada especialmente aos seus fãs LGBTs.

Motivada pela reação de muitos ao novo hino bissexual, como a cantora Hayley Kiyoko, abertamente lésbica, que criticou a faixa afirmando ser mais prejudicial que ajudando de fato a comunidade.

““Uma música como esta apenas alimenta o olhar masculino enquanto marginaliza a ideia de mulheres que amam mulheres. Eu sei que essa não foi a intenção dos artistas da música, mas é a falta de consideração por trás dessas letras que realmente me atraem. Eu não preciso beber vinho para beijar garotas; Eu amei as mulheres a minha vida inteira.”, disse Hayley.
A cantora de R&Bm Kehlani, que se identifica como pansexual, também chamou a música de prejudicial em uma série de tweets.

Aí que, depois de muita problematização nas redes sociais, em uma mensagem bastante honesta, Rita Ora se abriu aos fãs na tentativa de se explicar em um post nas suas redes sociais. Veja a mensagem original abaixo:

“Oi gente. Girls foi escrita baseada na minha experiência real bastante honesta. Já tive experiências românticas com homens e mulheres em minha jornada pessoal.

Eu sinto muito se como eu me expressei na minha música machucou alguém. Eu nunca causaria danos intencionalmente a outras pessoas LGBTQ+ ou a ninguém. Espero que possa continuar a me expressar através da minha arte e capacite meus fãs a se sentirem orgulhosos de si mesmos, já que estou aprendendo também a me entender.”

E continuou: “Eu sou grata aos meus fãs por me ensinarem a amar a mim mesmo, não importa o que aconteça. Eu me esforcei para contribuir para a comunidade LGBTQ + durante toda a minha carreira e sempre será.”

Ouça “Girls” abaixo:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).