Na última sexta-feira (28), Elton John rebateu o presidente da Rússia, Vladimir Putin, após o líder russo espumar homofobia em uma entrevista ao Financial Times.

Para justificar o corte de cenas do filme sobre a vida do cantor nos cinemas russos, Putin declarou: “O ideal liberal pressupõe que nada precisa ser feito. Os imigrantes podem matar, roubar e estuprar com impunidade porque seus direitos como migrantes precisam ser protegidos. Que direitos são esses? Todo crime deve ter sua punição”, disse Putin, em entrevista ao jornal Financial Times.

“Então, a ideia liberal se tornou obsoleta. Ela está em conflito com os interesses de uma maioria esmagadora da população”, acrescentou.

Após a declaração do presidente russo, o cantor britânico acusou Putin de hipocrisia e rebateu: “Discordo fortemente da sua visão de que buscar políticas que abarquem a diversidade sexual e multicultural seja obsoleto em nossas sociedades”, disse o Elton.

Vale ressaltar que, frequentemente, crimes de intolerância na Rússia se tornam manchete em jornais em todo o mundo. Inclusive, muitos defensores de causas ligadas aos Direitos Humanos do país acusam o governo de coibir e até prender pessoas que tentem implementar políticas de apoio à comunidade LGBTQ+ no país.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: