Na última sexta-feira (31), o popstar Elton John fez críticas à censura russa que cortou cenas de sexo gay no novo filme musical baseado em sua biografia, “Rocketman”, que está em exibição em diversos países do mundo, inclusive, na Rússia.

A polêmica aconteceu após o governo declaradamente homofóbico de Vladimir Putin, presidente da Rússia, informar que cortariam cenas de sexo gay do filme, durante a exibição da obra nos cinemas do país.

Em nota oficial à imprensa, tanto John quanto os produtores criticaram à postura intolerante do governo. “Rejeitamos da maneira mais enfática possível a decisão de ceder a leis locais e censurar ‘Rocketman’ para o mercado russo”, disseram em declaração oficial.

E finalizou: “Saber que o distribuidor local cortou algumas cenas, negando que o público veja o filme como ele foi elaborado, é uma reflexão triste do mundo dividido no qual ainda vivemos e sobre como ele pode tão cruelmente não aceitar uma cena de amor entre duas pessoas”, concluiu a nota.