A estrela de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, Eddie Redmayne, publicou uma enxurrada de protestos contra abusos a pessoas trans em sua conta no Twitter, enquanto a produção da franquia de filmes JK Rowling é retomada com a presença dele.

Redmayne foi uma das muitas estrelas ligadas ao trabalho de JK Rowling que se pronunciaram sobre as pessoas trans – mas, ao contrário de Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint, sua associação com a autora continua por meio de seus filmes.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em uma entrevista ao Daily Mail, Eddie Redmayne – que interpretou uma personagem trans em “Garota Dinamarquesa” – disse que deixou claro para Rowling que não concorda com o abuso “absolutamente nojento” contra ela. No entanto, ele deixou claro que a torrente de abusos contra pessoas trans nas redes sociais é “igualmente repugnante”.

VEJA TAMBÉM:  Azealia Banks é suspensa do Twitter (de novo!) após comentários transfóbicos horríveis

O ator disse que tem muitos “amigos e colegas trans” que estão “tendo seus direitos humanos desafiados em todo o mundo e enfrentando a discriminação diariamente”. Ele acrescentou: “Continua a haver uma terrível corrente de abusos contra pessoas trans online e no mundo que é devastadora”.

Na semana passada, Rowling divulgou uma loja online via Twitter que vende emblemas com os slogans “fod** seus pronomes” e “desculpe por seu pênis, mano” zombando da comunidade trans.

Em sua declaração anterior à Variety, Redmayne disse: “O respeito pelos transgêneros continua sendo um imperativo cultural e, ao longo dos anos, tenho tentado me educar constantemente. Esse é um processo em andamento. Como alguém que trabalhou tanto com JK Rowling quanto com membros da comunidade trans, eu queria deixar absolutamente claro onde estou”, disse Eddie Redmayne.

Eddie Redmayne e JK Rowling

Eddie Redmayne continuou: “Não concordo com os comentários de J. Mulheres trans são mulheres, homens trans são homens e identidades não binárias são válidas. Eu nunca gostaria de falar em nome da comunidade, mas sei que meus queridos amigos e colegas transgêneros estão cansados ​​desse constante questionamento de suas identidades, que muitas vezes resulta em violência e abuso. Eles simplesmente querem viver suas vidas pacificamente e é hora de deixá-los fazer isso.”

VEJA TAMBÉM:  Simas e Dino formaram o primeiro casal gay de Harry Potter e a gente não percebeu?