Ignorância completa? Falta total de noção da realidade? Ou ódio mesmo?

Na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, o vereador Cláudio Castro (PSC), ligado à Igreja Católica, foi perguntado por qual motivo votou contra um projeto de lei da vereadora assassinada Marielle Franco, que se propunha a ajudar no combate a homofobia e transfobia.


Veja também:


Sem medo de passar vergonha, convicto, ele respondeu: “Hoje, existe uma discussão muito concentrada apenas em uma camada da população que sofre discriminação. Esse debate tem que ser ampliado. Existem outros preconceitos, como o contra gagos” exemplificou.

Fica a reflexão então, galera! A cada 25 horas morre um LGBT no Brasil por crimes de ódio contra sua orientação sexual ou identidade de gênero. E quantos gagos morrem, não é mesmo?

Quem aí nunca apanhou na rua por ser gago? Quantos gagos não são expulsos de casa ao se revelarem para família?

E a pergunta mais surpreendente acima de todas essas: quem vota pra eleger um sujeito desse?!

Pois é… Parabéns aos envolvidos…

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).