No último domingo (8), aconteceu o festival Rock in Rio em Lisboa, Portugal.
A brasileira Ivete Sangalo foi uma das atrações e, entre um hit e outro, a cantora aproveitou o espaço e o público para discursar a favor da comunidade LGBT.

Beijem-se à vontade, se abracem, sejam felizes, porque a vida passa e a gente fica se importando com o que o outro está pensando, quando, na verdade, o outro que condena, que é intolerante, ele começa intolerante consigo, não compreende o que está dentro dele. Por isso, como ele não é feliz, não quer que o outro seja. Vamos ensinar o intolerante a amar, a saber como amar e ser feliz”, disse ela.

Ivete continuou o discurso falando sobre o privilégio que tem por poder expressar livremente seu amor pelo marido e finalizou reforçando que esse deveria ser um direito de todos:

É maravilhoso quando a gente tem essa liberdade. Eu fico tão feliz porque meu marido e eu a gente se beija, se abraça, se ama em qualquer canto que queremos, em todo lugar que a gente vai, temos a liberdade de fazer isso. (…) São diferentes formas de amar e todas elas são importantes na construção de nossas vidas, da nossa sociedade sadia. Não vai haver nunca uma sociedade sadia quando o direito de amar é só para alguns e não para todos

A cantora baiana tem sido duramente criticada por seus fãs nos últimos meses por se manter em silêncio diante do atual cenário político que tem cada vez mais atacado a comunidade LGBTQ. Comunidade essa que compõe uma parcela significante de seu público.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Fãs chegaram até mesmo a escrever uma carta aberta à cantora.