A dupla famosa de gêmeos irlandeses, John e Edward Grimes, ganharam fama no The X Factor em 2009, mas eles realmente estão ganhando, recentemente, força nas redes sociais ao falar algumas verdades nas mídias sociais.

Só neste ano, eles se manifestaram contra a transfobia e o racismo, e até mesmo criticaram James Corden por sua interpretação “ofensiva” de um homem gay no musical da Netflix, The Prom.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Agora, a dupla famosa estão implorando aos influenciadores que mostrem algum respeito pela comunidade LGBT + e se abstenham de promover países que perseguem pessoas queer.

“Informações para influenciadores promovendo Dubai!” Jedward escreveu no Twitter no domingo (20 de dezembro).

“Ele podem ter ações contra o coronavírus, mas não tem direitos para LGBTQ +, então, pare de promover países onde é criminoso beijar quem você ama!”

Jedward recebeu muitos elogios dos fãs por tomarem uma posição, com muitos agradecendo a dupla por defenderem os direitos LGBT +.

Dupla está corretíssima!

Em Dubai, homens queer condenados por fazer sexo podem pegar até 10 anos de prisão de acordo com o código penal do país.

VEJA TAMBÉM:  Após beijar fã em show de Dubai, Matty Healy rebate acusações sobre ter exposto o rapaz às leis anti-LGBT do país

O país também é um lugar difícil e hostil para turistas LGBT +. Em 2008, um casal de lésbicas que veio do exterior foi condenado a um mês de prisão em Dubai por se envolver em uma demonstração pública de afeto em uma praia.

Só na última década, várias pessoas foram detidas e condenadas à prisão em Dubai por terem relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo.

Em 2017, o escocês Jamie Harron foi condenado a três meses de prisão por indecência pública depois de tocar em outro homem em um bar na tentativa de evitar esbarrar nele. As acusações foram retiradas mais tarde.

 

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.