Peggy Wessex, uma drag queen da cidade de Manchester no Reino Unido, está sendo detonada nas redes sociais após uma suposta piada com as novas faixas de uma versão da bandeira LGBT, onde o marrom e preto simbolizam LGBTs negros e pardos.

Em um flyer que anunciava seu show no Barpop Canal Street, há um unicórnio vomitando as cores marrom e preto. “Vejo vocês lá, Manchester!”, disse ela com o flyer em suas redes sociais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Acontece que a ideia, claramente de mau gosto, viralizou pelos motivos errados sendo justamente problematizada pela Internet. Veja a imagem abaixo e tire suas conclusões:

“É obviamente racista representar as cores preto e marrom como o vômito de um unicórnio”, disse o internauta Aaron Jason de 33 anos à reportagem do GayStarNews.

VEJA TAMBÉM:  Eternamente na 5ª série, Bolsonaro chama bolsominion japonês de “pinto pequeno”; assista

Peggy acabou removendo o post de suas redes sociais e afirmou que tudo não passou de “uma piada”.

Ao GayStarNews, ela disse: “Foi tudo tirado de contexto. Era pra ser uma piada sobre a Parada de Manchester, que usa agora oficialmente esta bandeira e decidiu adicionar duas cores”.

E continuou: “Algumas pessoas acharam ofensivo só porque é nas cores marrom e preto? A bandeira LGBT já foi feita para incluir a todos!”, justificou a drag queen sem dar maiores satisfações ou mesmo pedir desculpas formalmente aos ofendidos.

Já o Barpop – onde ela fará sua apresentação – se manifestou por suas redes sociais dizendo: “Trabalhamos duro pra criar um amboente de aceitação e amor a todos que entram aqui. Criamos o Taste The Rainbow Show como maneira de demonstrar o orgulho que temos da nossa comunidade como uma família. Nos desculpamos por qualquer um que tenha se sentido ofendido pelo post.”

VEJA TAMBÉM:  Azealia Banks pede desculpas por comentário ofensivo sobre homens que usam PrEP
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).