E o tiro saiu pela culatra.

Após a grande repercussão da campanha de Dia dos Pais da Natura estrelada por Thammy Miranda, o “empresário da fé” Silas Malafaia começou a promover o boicote da marca em suas redes sociais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Mas além do boicote não funcionar, já que o valor de marca da Natura disparou nos últimos dias, o pastor ainda será processado por transfobia.

A ação está sendo movida pela Associação LGBTI+ e o Grupo Arco-Íris, que já enviaram uma representação criminal ao procurador-geral do Ministério Público do Rio de Janeiro, José Eduardo Gussem.

Para as entidades, Malafaia “cometeu deliberadamente, dolosamente e conscientemente o crime de transfobia, tipo penal reconhecido pelo STF”. As informações são do colunista Lauro Jardim do jornal O Globo.

As associações ainda afirmam que Malafaia “constrói uma narrativa social que propaga o ódio, incita a violência e não garante o livre desenvolvimento da personalidade de pessoas de identidade de gênero ou de orientação sexual divergentes das hegemônicas”.

VEJA TAMBÉM:  Rio já teve mais denúncias de crimes homofóbicos em 2018 que em todo 2017

 

 

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.